NANDO REIS

  • YouTube
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter

Citar estatísticas ao iniciar um artigo sobre um artista performático é altamente incomum, mas no caso de Nando Reis é necessário mostrar sua verdadeira gama artística. Em 2016, ele foi o sexto artista ao vivo mais tocado no país, suas músicas ficaram em 13º na lista dos mais tocados no rádio e o número 1 a categoria de som ambiente. Dado isso, não é exagero dizer que em seus 35 anos de carreira desde que ele subiu ao palco como Titã, em 1982 (de sua antiga banda Titãs), sua produção literária o transformou em um dos principais compositores brasileiros da história. Para contextualizar, os próximos artistas da lista de músicas mais tocadas são Caetano Veloso, Renato Russo (Legião Urbana) Lulu Santos e Djavan. 

Sem contar com o lado estrangeiro de Nando - no atual 2018 ele já fez uma turnê européia com o Trinca de Ases (quando ele tocou junto com Gal Costa e Gilberto Gil), no ano passado ele fez shows nos Estados Unidos e na Europa com banda e fez faz essas turnês desde 2010. 'Diariamente' cantada por Marisa Monte, 'All Star', 'O Segundo Sol' e 'Relicario' gravada por Cassia Eller, 'Resposta e' É Uma Partida de Futebol 'gravada por Skank,' Do Seu Lado 'de Jota Quest, 'Onde Voce Mora?' E 'Querem meu Sangue', da Cidade Negra. Todos foram grandes sucessos no Brasil e foram escritos por Nando Reis, sozinhos ou em parceria com os artistas.

thiaguinho

  • YouTube
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter

Nascido no interior de São Paulo e criado do Mato Grosso do Sul, Thiaguinho carrega diversos gêneros em sua paleta de referências musicais, desde a música sertaneja, até o samba de Elis Regina ou soul de Tim Maia. Conheceu o pagode através de um tio, e o ritmo logo o fascinou.

 

O nome de Thiaguinho, assim como sua inconfundível voz, ecoaram no Brasil pela primeira vez através do reality show “Fama”. Seu talento e carisma levaram-no ao Grupo Exaltasamba, que longo se tornou a maior banda de pagode brasileira.

 

Hoje em carreira solo, Thaguinho tem alto reconhecimento no mercado, agradando a gregos e troianos com suas músicas que se tornam, invariavelmente, hits. O ex-apresentador do programa “Música Boa Ao Vivo” (MSW) retornou a Som Livre em uma parceria que promete render bons frutos para os amantes de música de qualidade.

 

Em pouco tempo, lançou "#VamoQVamo", "Tardezinha" e "Só Vem! (Ao Vivo)", trabalhos que legitimaram Thiaguinho como um dos maiores artistas da atualidade.  

pitty

  • YouTube
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter

Pitty nasceu em 7 de outubro de 1977, em Salvador (BA). Aos 11 anos ganhou o primeiro violão e aos 16 montou sua primeira banda,“Shes”, na qual tocava bateria e que durou cerca de um ano. Em 95 começou a trabalhar em um estúdio musical em Salvador. No ano seguinte passou a integrar a banda de hardcore Inkoma como vocalista. Em 98 o Inkoma gravou uma faixa num CD tributo aos Ratos de Porão e, nessa ocasião, a banda conheceu o produtor Rafael Ramos, que veio a produzir e lançar o disco “Influir”, em 2000, pelo selo Tamborete. No ano seguinte o Inkoma chega ao fim. Com material acumulado, Pitty assina com a gravadora Deck em 2002 e lança seu primeiro disco solo, "Admirável Chip Novo" (2003). A partir dessa data Pitty lança os seguintes álbuns: "Anacrônico" (2005), “{Des}Concerto” (2007)”, o DVD “Chiaroscope” (2008), o DVD “A Trupe Delirante no Circo Voador” (2011).

 

No final de 2011 lançou o projeto Agridoce. Fruto de composições feitas despretensiosamente nos intervalos das turnês, o Agridoce traz a cantora no piano e o guitarrista Martin no violão. Com músicas mais leves e delicadas do que o trabalho com a banda completa, Agridoce emplaca o sucesso “Dançando” e sai em turnê pelo Brasil. Em 2014 lançou “SETEVIDAS” e 2017 passou a ser apresentadora do programa Saia Justa e gravou com Elza Soares a música de sua autoria "Na Pele”.Em 2018 lançou "Contramão", com participações de Tassia Reis e Emilly Barreto, da banda Far From Alaska, e "Te Conecta". Em 2019 chega com "MATRIZ".  

vitor kley

  • YouTube
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter

Depois de conquistar o Brasil com a música “O Sol”, Vitor Kley percorre o país com seus shows e uma energia ímpar. Logo após seu lançamento, o single viralizou e se tornou um sucesso, ultrapassando 188 milhões de visualizações no YouTube. Na bagagem, dois álbuns lançados: Eclipse Solar, com a produção de Déio Tambasco, e Luz a Brilhar, produzido por Armandinho. O primeiro EP, com produção de Rick, inclui as músicas “Dois Amores”, “Armas a Nosso Favor” e “Farol”. Seu terceiro álbum, Adrenalizou, vencedor do Disco de Platina, tem 14 canções, sendo cinco inéditas. Entre elas estão “O Sol”, single com o qual ganhou Disco de Ouro e Disco de Diamante Duplo, “Farol”, o hit “Morena”, que também conquistou o Disco de Diamante,“Adrenalizou”, que batiza o disco, e “Bem Te Vi”, uma parceria com a cantora Kell Smith.

Em 2019, fez sua primeira tour internacional, com diversos shows em Portugal, passando por um dos maiores festivais do país, o Meo Sudoeste. O cantor ainda conquistou o single de platina, com o “O Sol”, que também foi a música #1 nas rádios de Portugal. Dentre os últimos lançamentos, o artista se uniu ao duo Anavitória e juntos carimbaram mais um grande hit, “Pupila”. Seu novo single “A Tal Canção para a Lua”, faz parte do projeto Microfonado e tem Samuel Rosa como convidado. Sempre com um sorriso no rosto e alto astral contagiante, Vitor conquista cada vez mais seu espaço e, mesmo jovem, já deixa de ser uma promessa para despontar como um dos grandes artistas de sua geração.  

TITÃS

  • YouTube
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter

Os Titãs, seguem pelo Brasil fazendo shows. Com um “repertório de qualidade inesgotável”, como apontam os críticos, que reúne sucessos e criações seminais em 34 anos de carreira, incluindo canções do incensado Nheengatu, cd que redimensiona o rock brasileiro contemporâneo, o grupo paulistano mais uma vez se reinventa nos palcos, frente a seu grande e crescente público.
 

Branco Mello, Sergio Britto e Tony Bellotto, agora acompanhados por Beto Lee na guitarra e Mário Fabre na bateria, prometem muito rock!
 

Como um organismo coletivo que suplanta as individualidades que o compõem, os Titãs seguem determinados, impulsionados por inquietação e ambição artística, e orgulho das glórias conquistadas.
 

Tony Bellotto (guitarra) , Branco Mello (voz e baixo), Sérgio Britto (voz, teclado e baixo) , Mario Fabre (bateria) e Beto Lee (guitarra)

natiruts

A banda de raízes do reggae Natiruts foi formada em Brasília (Distrito Federal) em 1994 sob o nome Nativus. Em 1997, o grupo lançou o CD independente Nativus, que teve um sucesso com "Presente de um Beija-Flor" e vendeu 40.000 cópias. Processados ​​pela banda Os Nativos, eles mudaram o nome do grupo após uma longa batalha judicial para o Natiruts. Relançado pela EMI, o primeiro álbum vendeu 450.000 cópias. O Povo Brasileiro teve hits com "Povo Brasileiro" e "Proteja-se e Lute", e Verbalize teve sucesso com sua faixa-título. 

  • YouTube
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter

elza soares

  • YouTube
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter

Elza Soares lança "Planeta Fome", o álbum que reúne as pontas e é uma religação do início de sua carreira com os dias de hoje. Elza ainda era aspirante a cantora quando foi ao programa "Calouros em Desfile", na Rádio Tupi, apresentado por Ary Barroso.

 

Ao vê-la vestida com trajes pobres, Ary perguntou: "De que planeta você veio, minha filha?". Ela respondeu: "Do mesmo planeta que o senhor, do planeta fome". Naquela época Elza achava que se tivesse alimentos para ela e para os filhos, não teria mais fome. O tempo passou e Elza continua com fome; fome de cultura, de dignidade, de educação, de igualdade e muito mais. E é disso que se trata "Planeta Fome", é essa a história que ela conta nesse álbum.

Elza escolheu minuciosamente o repertório, selecionando o que queria cantar, o que fazia sentido nesse tempo de hoje. São 12 faixas, entre inéditas e regravações, incluindo uma composição própria -- a primeira vez que grava uma música sua, trazendo a fome de Elza Soares em 2019. O disco tem participações de BaianaSystem, Orkestra Rumpilezz, Virgínia Rodrigues, BNegão, Pedro Loureiro e Rafael Mike. "Planeta Fome" foi produzido por Rafael Ramos e Elza Soares e gravado no Estúdio Tambor, no Rio de Janeiro.

kevin o chris

Com 22 anos, Kevin O Chris é um dos maiores artistas do funk no cenário brasileiro. No primeiro semestre de 2018, suas músicas ganharam repercussão nas redes sociais e no YouTube com a popularização do Funk 150bpm. Em setembro de 2018, Kevin O Chris fez seu primeiro lançamento solo com a ONErpm, a música “Tu ta na Gaiola”, que marcou sua estreia nas plataformas digitais. 

  • YouTube
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter

frejat

Frejat sempre gostou de música desde pequeno. Cantor, compositor e guitarrista, Frejat iniciou sua carreia com o Barão Vermelho aos 19 anos. Com seu grande parceiro Cazuza fez músicas de grandes sucessos como "Todo Amor Que Houver Nessa Vida", "Pro Dia Nascer Feliz" e "Bete Balanço". Em 2001 lançou seu primeiro álbum solo "Amor pra Recomeçar", que apresenta os sucessos “Homem Não Chora", "Segredos" e "Quando O Amor Era Medo". De lá pra cá não parou mais e lançou os álbuns "Sobre Nós Dois E O Resto do Mundo", "Intimidade Entre Estranhos" e "2016". Seu trabalho mais recente é o single “Ideologia”, gravado ao vivo na turnê Tudo Se Transforma. 

  • YouTube
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter

roberta campos

  • YouTube
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter

Cantora, compositora e escritora, Roberta Campos é um dos novos nomes que aparecem em um time de grandes cantoras da MPB. Mineira de Caetanópolis, Roberta aprendeu a tocar violão sozinha aos 11 anos de idade e canta profissionalmente desde 1998. Em 2008 lançou seu primeiro disco independente, “Para Aquelas Perguntas Tortas”; em 2010 com a gravadora Deck, lançou “Varrendo a Lua”; em 2011 foi a vez de “Diário de Um Dia” (Deck). Em 2015 lançou seu mais recente trabalho “Todo Caminho é Sorte”, que lhe rendeu a indicação ao Grammy Latino 2016 na categoria "Melhor Álbum de MPB", trazendo composições próprias, além de regravações de sucessos como Casinha Branca (Gilson e Jordan) e que conta com a participação de nomes como Marcelo Camelo e Marcelo Jeneci.

 

Como compositora Roberta tem mais de 200 composições no currículo e autora de grandes sucessos de trilhas de novelas como "Abrigo" (O Outro Lado do Paraíso - TV Globo),"Minha Felicidade" (tema de abertura de Sol Nascente – TV Globo); “De Janeiro a Janeiro” (Além do Tempo e Sangue Bom – TV Globo), canção gravada em parceria com Nando Reis; “Varrendo a lua” (Malhação – TV Globo); “Sete Dias” (Amor Eterno Amor – TV Globo) e “Felicidade” (Além do Horizonte – TV Globo). Em mais de 15 anos de carreira, já cantou ao lado de nomes como Milton Nascimento, Fernanda Takai e Moska e teve composições gravadas por vários artistas como Patu Fu e Nenhum de Nós.  

humberto gessinger

  • YouTube
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter

Cantor, compositor, multi-instrumentista e escritor, Humberto Gessinger é fundador dos Engenheiros do Hawaii, uma das grandes bandas da história do pop rock no Brasil. Em 33 anos de carreira, lançou 21 CDs, 7 DVDs, conquistou oito Discos de Ouro, um Disco de Platina, quatro DVDs de Ouro e foi indicado ao Grammy Latino de melhor álbum de rock com o CD/DVD “inSULar ao vivo” (2014, Coqueiro Verde).


Em 2008 após uma pausa por tempo indeterminado nos Engenheiros do Hawaii lançou o projeto Pouca Vogal, um power duo em parceria com Duca Leindecker. Em quatro anos foram mais de 220 shows e um CD/DVD gravado ao vivo.

 

No final de 2012 o Pouca Vogal encerrou a turnê e Humberto passou a se dedicar a carreira solo. Em 2013 lançou seu 20º álbum, "inSULar" (STR/Stereophonica), o primeiro como artista solo e em 2014 o DVD/CD “inSULar ao vivo” (Coqueiro Verde). Em 2016, após três anos viajando por todo Brasil com “insular”, Humberto lançou a turnê “Louco Pra Ficar Legal” e dois novos singles, “Pra Ficar Legal” e “Faz Parte”; e em 2017 o compacto “Desde Aquela Noite” com três composições em parceria: “Alexandria” com Tiago Iorc; “O Que Você Faz à Noite” com Dé, do Barão Vermelho e “Olhos Abertos” com o Capital Inicial. Atualmente prepara o lançamento de seu novo DVD ao vivo, registro da turnê “Desde Aquele Dia” que celebra 30 anos de “A Revolta dos Dândis”, disco clássico dos Engenheiros do Hawaii. O DVD traz ainda as inéditas “Pra Caramba”, “Cadê?”, “Das Tripas Coração” e “Saudade Zero”.  

mc rebecca

Carioca nascida e criada no morro São Jõao, Rebecca Alves é Mc Rebecca, a nova revelação do funk. Rebecca começou no samba, na escola acadêmicos do Salgueiro, onde foi passista durante 10 anos, sendo 3 como rainha das passistas. Porém, com o tempo sua identificação com o gênero típico das comunidades cariocas fez com que ela decidisse mudar o rumo de sua carreira. Hoje ela coleciona hits como 'Cai de Boca', 'Ao Som do 150', e 'Sento com Talento' e é uma das precurssoras do funk 150.  

  • YouTube
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter

Alceu Valença é um cantor / compositor brasileiro de sucesso e criador de um estilo musical distinto que mistura suas raízes nordestinas (São Bento do Una, em Pernambuco) e grooves contemporâneos da MPB. Ele também é um artista vivo enérgico e até hipnotizante. Suas músicas foram gravadas por vários artistas importantes, incluindo Luiz Gonzaga (com quem ele escreveu "Plano Piloto"), Maria Bethânia e Elba Ramalho. Sua vida foi retratada no livro de Anamelia Maciel, Alceu Valença em Frente e Verso. Filho de um advogado de renome local, Valença sempre preocupou seu pai com seu caráter rebelde.

 Ele ressurgiu publicamente em 2014 com o estúdio Amigo da Arte. O set comemorou os frevos, maracatus e cirandas dos lendários carnavais de Pernambuco. O cantor português Carminho fez um dueto com Valença no "Frevo No. 1: Recife", escrito por Antonio Maria. Dois anos depois, ele lançou três diferentes gravações ao vivo. Primeiro, Encontros 20 Anos com amigos e colaboradores de longa data Elba Ramalho e Azevedo, seguidos de uma coleção de hits reorganizados e revistos para orquestra intitulada Valencianas: Alceu Valença e Orquestra Ouro Preto e, finalmente, Vivo! Revivo! junto com uma trilha sonora e trilha sonora originais do filme Luneta do Tempo, da Deck. A ocasião de seu aniversário de 70 anos foi comemorada em 2017 com o lançamento do Anos 70, uma caixa contendo seus álbuns dos anos 70 em vinil de 180 gramas - Molhado de Suor (1974), Vivo (1976) e Espelho Cristalino (1977). Também foi incluída a reedição da rara Saudade de Pernambuco, em 1979.

armandinho

  • YouTube
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter

Em 2002, Armando Antonio Silveira da Silveira, deu inicio a uma carreira de sucesso ao lançar seu primeiro álbum, resultando em um disco de outro que ultrapassou 100 mil cópias.

Armandinho, como ficou conhecido mundialmente, nasceu em Porto Alegre, Rio Grande do Sul, nos anos 70. Com base e inspiração na música brasileira, o músico faz uma mistura do Reggae ao Rock, atingindo assim, um público diversificado, entre homens e mulheres, de idades variadas.

Em 2004, o álbum "Casinha" trouxe o grande hit "Desenho de Deus", uma das faixas mais executadas nas rádios de todo o país e responsável por tornar Armandinho, um dos maiores nomes do cenário do reggae brasileiro.

Nos anos seguintes, o cantor lançou mais três álbuns (Semente, Armandinho - Vol. 5, Sol Loiro) com vários hits nacionais e dois DVDs ao vivo, entre eles, "Armandinho ao vivo em Buenos Aires", com todos os ingressos vendidos. O mesmo fenômeno se repetiu no Peru, Portugal e Uruguai.

Já com total controle de sua carreira, o artista criou seu próprio selo e editora, que agora administra a carreira e suas obras, a Alba Music. Diante dessa trajetória, o sucesso internacional veio em seguida com shows pelos EUA, Peru, Argentina, Uruguai, Paraguai e Portugal.

A banda atualmente é formada por: Armandinho (voz), João Coiote (voz e violão), Lucio Dorfman (teclados), Pedro Porto (baixo), Vini Bondan (bateria) e Luciano Granja (guitarra) .

luiza possi

Após o nascimento de seu primeiro filho, Lucca, a cantora Luiza Possi volta aos palcos com uma nova turnê. Intitulada “Você Sorriu Pra Mim” tem o primeiro show marcado para o dia 28 de setembro, no Teatro Bradesco, em São Paulo. A turnê leva o nome de uma das músicas do novo EP da cantora, produzido por Rick Bonadio, e que foi lançado no dia 8 de agosto. Além de “Você Sorriu Pra mim”, o EP conta ainda com “Absoluta Certeza” e “Por você”. A volta aos palcos terá um sabor especial, já que o EP foi muito bem falado pela crítica e será apresentado ao vivo pela primeira vez. “O Teatro Bradesco é muito simbólico pra mim. Sempre marcou momentos importantes da minha carreira e por isso escolhi esse palco nessa data tão especial para marcar a volta aos shows, e que venham muitos”, disse Luiza Possi. O EP marca uma nova fase na carreira da cantora. A segunda parte será lançada no final do ano. 

  • YouTube
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter

fernanda takai

  • YouTube
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter

Vive em Belo Horizonte, Minas Gerais. Formada em Relações Públicas, UFMG, 1993. É cantora, compositora e cronista. Vocalista da banda mineira Pato Fu há 25 anos, há 10 lançou-se numa carreira solo com repercussão nacional e internacional, chegando a gravar um CD de inéditas com o guitarrista Andy Summers (The Police) em 2012. Lançou 18 álbuns e 7 DVDs. Tem 4 Discos de Ouro, vendeu mais de um milhão de cópias. Artista multipremiada pela APCA, Grammy Latino, MTV Brasil, Multishow, Revista Bravo!, Prêmio da Música Brasileira, entre outros. Tem 4 livros publicados (Panda Books, Cobogó Editora e Itaú).

Apresentou-se também no Japão, Inglaterra, Portugal, Nova Zelândia, Austrália, Argentina e Estados Unidos. Participou como convidada de projetos de Rita Lee, Zélia Duncan, Roberto Menescal, Maki Nomiya, João Donato, Gilberto Gil, Erasmo Carlos, Duran Duran, Renato Russo, TV Cultura, Rede Globo e muitos outros. Participou em trilhas de curtas, longas e documentários como cantora, dubladora e compositora, com trabalhos para Disney, Otto Desenhos (Kikito em Gramado pelo Júri Popular), Jorge Furtado entre outros. Casada com John Ulhoa (produtor e guitarrista), tem uma filha de 13 anos chamada Nina. Tem ascendência japonesa por parte de pai e portuguesa por parte de mãe e um apetite inesgotável por novos & velhos lugares, comidas, sons e imagens.

turma do pagode

  • YouTube
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter

di ferrero

  • YouTube
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter

Di Ferrero é cantor e compositor, tendo sido vocalista da banda de rock brasileira NX Zero desde 2004 e estreando sua carreira solo em 2018. Com a banda, o cantor gravou 7 discos de estúdio, 3 DVDs e um DVD Ao Vivo (Multishow Ao Vivo: NX Zero 10 anos), e ganhou diversos prêmios como “Melhor Cantor” no Prêmio Multishow de Música Brasileira em 2011 e “Melhor Álbum de Rock Brasileiro” no Grammy Latino em 2009. Além disso, alcançou sete vezes o 1ª lugar de música mais tocada no país.

Di já fez uma participação na música internacional “All Good Things”, da cantora Nelly Furtado. Gravou também “Abra a Felicidade”, com Pitty e MV Bill, música tema da campanha publicitária Verão 2009 da Coca-Cola. Na TV, Di foi jurado do The Voice Brasil por duas temporadas, do X-Factor Brasil 2016 e especialista no Pop Star, da TV Globo, além de apresentar o The Voice Extras, no Canal Sony. Em 2019 foi campeão do quadro Show dos Famosos, do programa Domingão do Faustão, na Rede Globo, e apresentador do Rock in Rio no canal Multishow.

Agora Di lança seu álbum “Sinais - Parte 1”, um retrato perfeito do artista multifacetado que ele se descobriu em carreira solo. As seis músicas desse primeiro trabalho abrem tantas cores musicais que justificam o time de convidados que o acompanham na jornada.

3030

  • YouTube
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter

O 3030 é uma banda de rap com mais de 6 anos de estrada, formada pelos rappers Rod, LK e pelo cantor Bruno Chelles. O grupo se caracteriza pela influência musical do hip hop, mpb, samba e reggae em suas composições. Em 2018 lançaram Alquimia, álbum que conquistou disco de platina com mais de 43 milhões de reproduções nas plataformas digitais e que contou com as participações de Emicida e MV Bill.

 

Em 2019 foi a vez de seu décimo projeto, o cd Tropicália. Com uma proposta totalmente eclética e mistura de gêneros como trap, rap, ragga, funk e pop, o disco conta com a produção de Hit Boy, que já assinou a produção de discos para artistas como Maria Carey, Jay-Z, Kanye West e Drake, além de colaborações como a banda Big Mountain e os rapper americanos 1st e Cozz. Nesse ano a banda também esteve presente em palcos importantes. Em março subiram no palco do Lollapalooza, ao lado do dj e produtor Bhaskar. Depois foi a vez do Circo Voador receber a banda com o show de lançamento do DVD Ao Vivo Tropicália e na sequência se apresentaram no palco Super Nova do Rock in Rio. E na TV, participaram do programa Encontro com Fátima Bernardes.

 

Já no início de 2020, participaram do programa Altas Horas. Também estiveram pela segunda vez no REP Festival e no final de janeiro se apresentaram no Planeta Atlântida, grande festival que acontece desde 1996, no Rio Grande do Sul.

© 2020 by Central da Música. Proudly created with Wix.com